O Astronauta

Vamos para um lugar que nunca fomos antes
Com janelas que não trazem lembranças
Onde o silêncio invade e nunca mais sai
Vamos para um lugar escuro
Mas que ainda assim pode queimar seus olhos
Cada átomo de nós um dia foi uma estrela
Talvez estamos indo para casa
Não sei muito bem para onde vamos
Mas não é muito longe daqui
Longe o suficiente para que Mefistófoles não nos ache
Cercado de mastodontes e dodôs
Logo após a mais densa nebulosa
E ainda assim não encontraremos Deus
E nem Deus nos encontrará
Vamos para um lugar em que todo esforço será em vão
E todo vão será nossa casa
Cada átomo de nós um dia foi uma estrela
Estamos indo para casa

Nenhum comentário:

Postar um comentário